O volante Sandro Silva vai ser submetido a uma cirurgia no ombro direito, para curar uma luxação nos ligamentos sofrida no jogo desta terça-feira contra a LDU, pela Libertadores, e vai ficar cerca de três meses sem defender o Palmeiras. Ele foi examinado na manhã desta quarta-feira, e os médicos verificaram a mesma lesão sofrida na semana passada pelo zagueiro Edmílson, no jogo contra o Sport, também pela Libertadores.

“Como o tratamento é cirúrgico, ele vai ficar entre dois meses e meio a três meses sem jogar. O Sandro vai ficar em repouso e iniciar a fisioterapia em duas ou três semanas, assim como o Edmílson”, explicou o médico Vinícius Martins.

Como o Palmeiras já fez duas alterações na lista de inscritos para a Libertadores, entre o duelo com o Real Potosí, pela seletiva, e a estreia na fase de grupos, apenas um dos dois poderá ser substituído se o time conseguir a classificação para as oitavas-de-final – o técnico Vanderlei Luxemburgo já trocou os atacantes Daniel Santos e Max pelo zagueiro Marcão e pelo atacante Ortigoza.