César Sampaio nem esperou o resultado da eleição do Palmeiras, nesta segunda-feira, para anunciar que não trabalhará mais como gerente de futebol do Palmeiras. O dirigente trabalhou de graça até esta segunda-feira, uma vez que seu contrato se encerrou no último dia 31 de dezembro.

“Agradeço muito ao Palmeiras. Foi importante tudo o que eu vivi nesse período como gerente de futebol. Quando eu entrei, fizemos uma reestruturação e ajustes importantes, que culminaram com a conquista da Copa do Brasil. Alcançamos uma de nossas metas, que era ganhar um título de expressão, mas não conseguimos reagir no Campeonato Brasileiro”, lembrou ele.

O ex-jogador destacou os laços que o ligam ao Palmeiras e desejou boa sorte ao presidente que será eleito logo mais pelo Conselho Deliberativo do clube. “Devo muito do que eu conquistei na minha vida profissional ao Palmeiras. Joguei por mais de cinco anos no clube, ganhei campeonatos memoráveis e fui capitão no titulo da Libertadores. Por tudo isso, tenho muito carinho e consideração ao clube. Desejo ao novo presidente e a todos que irão compor a nova gestão no departamento de futebol, sucesso e conquistas nos próximos dois anos de mandato”, finalizou Sampaio, pela assessoria de imprensa do clube.