Paulo Baier mais uma vez foi a sensação do time do Atlético, marcou dois gols, deu passe, criou e deixou os companheiros na cara do gol várias vezes na vitória sobre o Roma.

Não bastasse todo dinamismo, o capitão também soube utilizar da regra do jogo em vantagem própria. Aos 29 minutos do segundo tempo, já com o Furacão em boa vantagem no placar, Baier recebeu cartão amarelo, seu terceiro neste Paranaense. Assim, o meia cumpre suspensão contra o Cascavel e estará liberado para enfrentar o Paraná, no clássico do final de semana.

A Sérgio Soares caberá escolher bem um substituto à altura do capitão, jogador que ele admite ser o diferencial do time. “Preocupa a saída do Paulo, porque ele é líder, ajusta, chama atenção, cobra posicionamento, aquilo que o capitão tem que fazer dentro do jogo. Mas temos elenco e vamos sem o Paulo, apostando na capacidade nosso elenco”, disse Sérgio. A probabilidade maior é que Branquinho seja o homem da vez.