O volante Lucas Romero foi um dos nomes mais exaltados pela torcida do Cruzeiro no emocionante empate por 3 a 3 diante do Grêmio, na última segunda-feira, em Belo Horizonte. O argentino vive boa fase depois de um longo período em baixa, em que chegou a ficar encostado no elenco.

“É tudo questão de trabalho. Não desisti, segui trabalhando, tentando melhorar as coisas que deveriam melhorar. Agora, estou bem”, declarou nesta terça-feira o jogador contratado no início do ano passado, mas que somente agora vai se firmando como peça importante do elenco.

Para seguir com prestígio com o técnico Mano Menezes, Romero sabe que precisa manter uma sequência de boas atuações, mesmo com o desgaste. “O Brasileirão é louco! Tem jogos a cada três dias. Diante da Ponte, temos que jogar como jogamos contra o Grêmio, desde o início”, comentou, já pensando no duelo de quinta com a Ponte Preta em Campinas.

Outro que se destacou diante do Grêmio foi o meia Thiago Neves, autor do primeiro gol cruzeirense, que manteve a equipe viva na partida. E assim como o colega, o jogador exaltou a atuação da equipe, mas também cobrou o mesmo nível de desempenho diante da Ponte Preta.

“Saímos satisfeitos pelo empenho de todo mundo. Corremos atrás e empatamos. Queríamos e tentamos a vitória o tempo inteiro”, considerou. “A Ponte tem um bom time. Mas, temos que jogar bem e ganhar o jogo na quinta. Precisamos somar os pontos fora de casa.”

O elenco do Cruzeiro se reapresentou nesta terça-feira e iniciou a preparação para encarar a Ponte com um treino regenerativo para os titulares, enquanto os reservas foram para o campo. Na quinta, Mano não poderá contar com o zagueiro Léo, suspenso. Em seu lugar, entrará Murilo.