O técnico Rogério Ceni ainda não definiu quem será cortado do elenco do São Paulo para a disputa da fase final do Campeonato Paulista. Ele tem até esta sexta-feira para mudar até quatro nomes na lista e pelo menos dois jogadores serão inscritos: o lateral-esquerdo Edimar, que veio do Cruzeiro, e o meia Thomaz, que estava no Jorge Wilstermann, da Bolívia.

“Vou ver com calma até sexta, e depois, no fim de semana, temos de escolher os 30 para a Copa Sul-Americana. Vamos falar com a comissão técnica. Tenho muitos zagueiros e tenho que ver os lesionados, como Bruno e Lucas Fernandes, e também saber o resultado do exame do Cueva. Tenho que analisar tudo isso”, explicou.

Ceni vai esperar os resultados para saber quando terá esses atletas à disposição. Lucas Fernandes, com estiramento, tem chance de demorar mais a voltar. Com isso, pode perder a vaga no Paulistão para dar lugar a Thomaz, por exemplo. O treinador também precisará de um retorno sobre todos os atletas, caso contrário cortará algum zagueiro.

“Se alguém perder quatro jogos da fase final, não dá para manter na lista, assim como Lyanco perdeu mais da metade da primeira fase e ficou fora. Contratei um lateral-esquerdo para tê-lo. E um meia porque precisava. Então vou inscrever. No lugar de quem vamos ver com calma, vendo exames e falando com os médicos sobre quem demora mais para voltar. Na sexta vocês saberão os 28 e os 30 da Sul-Americana”, afirmou o técnico, dirigindo-se aos jornalistas.