Rodrigo Tosi, 31 anos, é a esperança de gols do Paraná Clube para 2015. Hoje centroavante, o atleta que possui muita história para contar também já atuou como volante e meio-campista.

Confirmado como reforço do Tricolor no início do mês, o jogador foi apresentado nesta quinta-feira (15) e falou sobre as suas diversas experiências pelo mundo afora.

Em seu currículo, Tosi possui passagens por Grécia, Suíça, Irã e Brunei. No último país, o atacante foi artilheiro da Liga de Singapura, com 34 gols marcados. Após oito anos longe do Brasil, o atleta garante que a readaptação será traquila.

“Já estamos treinando há uma semana e isso vai ser mais rápido do que esperávamos”, disse o atacante, em entrevista coletiva. Revelado pelo Malutrom, Tosi já foi comandado pelo atual técnico do Paraná, Luciano Gusso, e o jogador ressalta o time forte que o treinador tem comandado.

“Nós estamos treinando forte, o grupo tem qualidade e podemos fazer um excelente trabalho por ter uma ‘espinha dorsal’ já formada, com Marcos, Cleiton, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio e os mais jovens”, frisou o atacante.

Curiosidades

Além das saudades da família, Tosi estava com vontade mesmo era de voltar a saborear a comida brasileira. Longe do país, o atacante sofreu com o cardápio. “Tinha escorpião, verme, grilo e quando vim pra cá eu queria mais era picanha e churrasco”, declarou o jogador.

Rodrigo Tosi deixou o Brasil em 2005 para jogar pelo DPMM, de Brunei. O atleta ainda voltou em 2007 para vestir a camisa do Joinville. Mas, no ano seguinte, o Iraklis, da Grécia.

Em 2009, foi a vez de Tosi passar pelo Neuchatel e Lausanne, da Suíça. Nos anos seguintes a experiência foi no Irã. Em 2013 e 2014, o atacante voltou ao DPMM.