Roberto Fonseca não é mais o técnico do Londrina. O treinador pediu demissão do cargo na noite da última sexta-feira, após o desembarque da delegação do LEC. O comandante decidiu deixar o clube após a goleada sofrida frente ao Bahia, por 4×0, na última quinta-feira, em Salvador, em partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil.

+ Leia mais: Londrina é goleado pelo Bahia na Copa do Brasil

O jogo marcou a reestreia de Fonseca no comando da equipe, já que ele havia sido o técnico na disputa da Série B do ano passado e acabou sendo envolvido em uma parceria com o Novorizontino no período do Paulistão. Com a sua saída, a tendência é que o Londrina seja comandado por Alemão na Série B deste ano.

Alemão foi o treinador da equipe alviceleste em todo o Campeonato Paranaense e também nas três primeiras fases da Copa do Brasil. Na Segundona, o LEC estreia contra o CRB, no dia 28 (domingo), às 16h, em Maceió.

Na bronca

Na manhã deste sábado (20), por meio de suas redes sociais, Roberto Fonseca revelou os motivos que fizeram com que ele optasse pela saída. Confira abaixo:

View this post on Instagram

Venho por meio dessa comunicar a minha saída do Londrina diante de algumas dificuldades proposta no planejamento inicial, como a vinda de alguns jogadores do próprio Novorizontino e outros demais que acabou não acontecendo devido ao orçamento do Londrina para serie b do Brasileirão e algumas falas de imprensa e torcida que ultrapassaram o lado profissional e atingiram a mim e minha família. Sendo assim, eu e minha equipe achamos melhor que não estivéssemos mais frente do time .. desejo sorte ao clube e todos envolvidos!!!

A post shared by Roberto Fonseca (@robfonsa) on

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!