O clima já é de “fim de feira”. Matematicamente fora da briga pelo acesso, o Paraná Clube vai cumprir tabela nas quatro rodadas que restam, a começar pelo jogo de amanhã às 21h50, frente ao São Caetano , no Durival Britto.

O técnico Roberto Cavalo, porém, traça como meta ao menos repetir o desempenho do ano passado, quando o Tricolor foi 10.º colocado (posição atual), com 53 pontos. “Vale pelo ranking e também para o jogador poder negociar um melhor contrato no fim do ano”, frisa o treinador.

Para o torcedor fica a frustração por mais um ano na fila. Depois de um início marcante, com direito à liderança da competição, o Paraná perdeu o rumo e voltou à mesmice dos últimos anos.

A briga para se manter na Série B, sem maiores perspectivas futuras. Observando a classificação do ano passado, nota-se que o Tricolor faz parte de um grupo formado ainda por São Caetano, Duque de Caxias, Bragantino e Ponte Preta: meros figurantes da Segundona. A “turma”, desta vez, perdeu o Bahia, que conseguiu um salto de qualidade e está com um pé na Série A.

Roberto Cavalo, no ano passado, conseguiu segurar aos trancos e barrancos, é verdade uma sequência de dez jogos de invencibilidade nas últimas rodadas. Agora, para chegar aos mesmos 53 pontos de 2009, o Paraná teria ao menos que vencer os dois jogos em casa, contra São Caetano e Bragantino, e buscar um empate fora, frente à ASA ou Figueirense.

Na prática, são três jogos diretos contra equipes que vivem situação similar à do Tricolor, já esperando as Festas de Fim de Ano. “Temos que buscar fazer nosso melhor. O time não foi bem contra o América, mas temos que deixar uma boa imagem diante do nosso torcedor”, assegurou o treinador paranista.

Mesmo com esse comprometimento, o próprio ritmo de treinos já indica que os próximos compromissos têm contorno de “amistosos”. O grupo foi liberado assim que chegou de Natal no início da tarde de sábado e o domingo foi de folga para o grupo.

“Houve muitos momentos de tensão para todos. No momento, eles precisam mesmo é de descanso mental”, disse o treinador paranista. Hoje pela manhã, Roberto Cavalo comanda o único treino para o jogo frente ao Azulão, o penúltimo do time, em casa, nesta temporada. “Temos três semanas pela frente. Vamos trabalhar da melhor forma para terminarmos bem o ano, já projetando um 2011 melhor”, arrematou Cavalo.