O lateral Roberto Carlos não quer encarar o jogo contra a Inglaterra, na sexta-feira, como uma final antecipada da Copa do Mundo, como muitos já insistem em falar. ?A final é dia 30 e a Inglaterra é uma fase a mais que vamos enfrentar?, disse após a suada vitória por 2 a 0 sobre a Bélgica. ?É outro time que temos qua tentar passar por cima?.

O brasileiro sabe que agora a dificuldade agora será muito maior, mas está confiante de que basta o Brasil apenas manter o trabalho feito até agora. ? Sabemos que vai ser um jogo complicado como foi esse de hoje, mas se jogarmos com a mesma responsabilidade, a chance de vencer é muito grande?.

A confiança, segundo ele, não significa atribuir favoritismo ao time brasileiro. Nem ao inglês. ?Essa Copa está muito igulada.

Nessas fases que vêm agora, não existe favoritismo?. Mesmo não dizendo se tratar de uma final antecipada, Roberto Carlos lamenta que uma das seleções tenha que dair nessas oitavas-de-final. ?Infelizmente, um dos dois tem que ir embora, Mas eu acho que tanto a seleção brasileira quanto a inglesa fizeram até o momento grandes jogos e merecemos todos estar nessa posição?.

Sobre a dificuladade na partida contra a Bélgica, Roberto Carlos disse que não foi surpresa. ?Eu já esperava porque é um time que joga muito em bola aérea. Eles não chegaram a ter tanto toque de bola, mas escanteio, falta e lateral são muitos perigosos.

A receita para vencer a Inglaterra, segundo o jogador do Real Madrid é simples: ?a maior dificuldade já passamos, agora é só manter a mesma base de trabalho que chegamos à final?.