O lateral-esquerdo Roberto Carlos escapou de uma punição mais pesada em julgamento realizado no final da tarde da última segunda-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), e está liberado para enfrentar o Prudente, no próximo domingo, fora de casa, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista.

Julgado pela sua expulsão na partida contra o Santos, no clássico realizado no último dia 28 de fevereiro, na Vila Belmiro, Roberto Carlos recebeu apenas uma partida de suspensão (já cumprida) depois de ter sido enquadrado no artigo 258 (conduta contrária à disciplina esportiva) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Outro jogador que fica à disposição do técnico Mano Menezes para o duelo com o Prudente é o volante Moacir, que foi julgado na última segunda-feira por também ter sido expulso na partida contra o Santos. Assim como Roberto Carlos, ele recebeu apenas uma partida de suspensão, após ter respondido pelo artigo 254 (praticar jogada violenta) do CBJD.

No clássico contra o Santos, Roberto Carlos foi expulso depois de o árbitro José Henrique de Carvalho ter entendido que o lateral-esquerdo tentou simular um pênalti aos 28 minutos do segundo tempo, quando ele já tinha recebido cartão amarelo.

Já Moacir acabou expulso contra os santistas por ter atingido a bola e depois o meia Marquinhos com um carrinho frontal, depois de ter sido colocado em campo por Mano Menezes logo após o intervalo da partida.