Flávio Pioli
Confusão marcou o jogo de
ontem, contra o Londrina.

Paranaguá, tempo bom, casa cheia, empolgação da torcida. Ingredientes mais do que suficientes para que o Rio Branco entrasse em campo e garantisse a vaga diante do Londrina. E foi o que aconteceu em Paranaguá. O Leão da Estradinha venceu por 2 a 1, e além de garantir vaga na semifinal do estadual, levou de quebra a vaga para a Série C do Brasileirão. O outro prêmio, a vaga da Copa do Brasil, irá depender agora do desempenho diante do Paraná Clube, seu adversário nas semifinais, e ainda do Coritiba na outra chave. A equipe de Paranaguá voltou ao bloco dos quatro primeiros do Estado depois de seis anos.

O jogo começou em alta velocidade e com faltas de ambos os lados. O Londrina iniciou pressionando, mas acabou cedendo espaços para o Rio Branco, que tinha na sua fanática torcida o 12.º jogador. Aos 36 minutos Cassiano derrubou Ratinho dentro da área. Cleivaldo Bernardo marcou pênalti. Ratinho se encarregou da cobrança e marcou. Foi o 10.º gol de Ratinho no estadual, vice-artilheiro da competição.

Se o 1.º tempo foi tenso, a segunda etapa foi mais disputada ainda. Rio Branco e Londrina se alternavam em jogadas de ataque. Melhor para o time da casa que ampliou o placar aos 17 minutos. Ratinho cobrou uma falta, o zagueiro Rodrigo subiu mais que a zaga do Londrina e fez 2 a 0 para o Rio Branco.

A torcida do Leão da Estradinha ainda comemorava a boa vantagem, quando Donizete, um minuto depois, descontava para o Londrina. 2 a 1.

O jogo pegou fogo, mas o Rio Branco mostrava mais tranqüilidade e disposição em campo. No final da partida os torcedores de Paranaguá ainda levaram um susto, quando Ronaldo Marconato desperdiçou a chance do empate, chutando para fora a bola que poderia levar para os pênaltis a disputa da vaga.