Em uma crítica velada ao compatriota Mark Webber, o australiano Daniel Ricciardo afirmou nesta segunda-feira que pretende desembarcar na Red Bull com uma postura mais positiva, “renovada”, sem temer qualquer favorecimento ao futuro companheiro Sebastian Vettel, atual tetracampeão da Fórmula 1.

“Não posso chegar [à Red Bull] me baseando em suas experiências. É justo dizer que o relacionamento dele com a equipe não foi 100% boa, mas não é porque somos australianos que eu vou entrar na equipe com estas experiências em mente”, declarou o piloto, em entrevista à Autosport.

Ricciardo se refere aos atritos de Webber com a Red Bull em razão dos eventuais favorecimentos a Vettel, principalmente no início deste ano. No GP da Malásia, o alemão ignorou ordens da equipe e ultrapassou Webber, vencendo a corrida. A insubordinação não gerou qualquer punição ao futuro campeão da temporada. Em outros momentos, Webber recebeu críticas públicas de Helmut Marko, conselheiro da diretoria da Red Bull.

“Vou chegar lá com uma postura renovada. Para o meu próprio benefício, vou chegar com uma atitude positiva e vou trabalhar para mim mesmo”, disse o piloto, que minimizou as suspeitas de Webber sobre os problemas mecânicos enfrentados durante a temporada de 2013. “Não consigo ver qualquer motivo para eles dificultarem a vida de um dos pilotos”, comentou.