O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, estará em Curitiba nesta segunda-feira, dia 11, para oficializar a partida de futebol entre Brasil x Uruguai, no próximo dia 19 de novembro, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2006. A cerimônia vai acontecer no Palácio Iguaçu, às 14 horas, e vai contar com a presença do governador Roberto Requião e do presidente da Federação Paranaense de Futebol, Onaireves Nilo Rolim de Moura.

Esta será a segunda partida oficial da seleção em Curitiba e no Paraná. A anterior aconteceu em 2001, no Estádio Couto Pereira, quando a seleção derrotou o Chile e se classificou para a Copa do Mundo do Japão/Coréia, onde foi pentacampeã. No total, a seleção já disputou onze jogos no Paraná, com a seleção principal, além de dez com a olímpica. Em todas eles, as duas seleções nunca perderam.

Depois da agenda com o governador, o presidente da CBF visitará as obras do Estádio Pinheirão, local da partida contra o Uruguai. O estádio está temporariamente fechado para os jogos do Paraná Clube, que deverá mandar lá apenas o clássico contra o Coritiba, em setembro.

As obras de ampliação continuam a todo vapor. A curva de entrada deverá estar com o novo lance de arquibancadas concluído em mais 20 dias. No muro externo ficarão os 57 painéis em mosaico, trabalhados por 57 mosaicistas, com temas sobre os 150 anos do Paraná. Os desenhos originais serão escolhidos entre trabalhos de alunos da rede pública estadual, através das secretarias da Educação e da Cultura.

No dia 19 de dezembro, portanto um mês depois, será disputada a final da Copa Sesquicentenário, que tem promoção conjunta com a Paraná Esporte e Federação Paranaense de Futebol. A segunda etapa de obras envolverá a outra curva, no gol de fundos, que também receberá mais dez degraus em toda a sua extensão.