O Cruzeiro venceu mais uma na excursão aos Estados Unidos na noite de domingo, mas mais do que o resultado, a partida ficará marcada por um lance raro. Aos 37 minutos do segundo tempo, Ricardo Goulart interceptou um passe errado da defesa do Chivas e, de primeira, bateu de antes do meio de campo. A bola encobriu o goleiro adiantado e garantiu o segundo gol do triunfo por 2 a 0, em amistoso realizado na cidade de El Paso.

O próprio meia disse ainda não acreditar no lance. “Ainda não caiu a ficha. Esse gol vai ficar na memória, mas agora é descansar porque a gente fez uma boa intertemporada por aqui e temos uma viagem longa para o Brasil. A equipe toda esta de parabéns e vamos dar sequência agora no Campeonato Brasileiro.”

Foi o quinto e último amistoso do Cruzeiro nesse tour pelo país. Antes, a equipe já havia vencido o Miami Dade, duas vezes, o América e o Tigres, ambos do México. No total, foram 16 gols marcados e cinco sofridos em uma excursão que mostrou a força do time mineiro.

No domingo, o Cruzeiro demorou 28 minutos para abrir o placar. O primeiro gol saiu quando Egídio recebeu pela esquerda e cruzou para a área. O atacante Willian se antecipou e tocou no canto direito de Antonio Rodriguez. O segundo foi o gol histórico de Ricardo Goulart, que aproveitou-se da bobeada do adversário e do goleiro.

“Bati com consciência, o goleiro estava jogando muito adiantado. O time deles estava pressionando no nosso campo e o Marcelo (Oliveira) me colocou mais avançado. Fiquei mais perto do gol, pressionei o jogador deles e a bola ficou no meio do caminho. Na minha cabeça o goleiro já estava adiantado, foi aí que eu bati e pude fazer um belo gol”, falou o meia sobre o lance.

Sem Alisson, recuperando-se de lesão sofrida diante do Tigres, o técnico Marcelo Oliveira armou o Cruzeiro com: Fábio; Ceará, Manoel (Dedé), Léo e Egídio (Samudio); Henrique, Lucas Silva (Nílton), Everton Ribeiro (Tinga), Ricardo Goulart (Marlone) e Willian (Marquinhos); Marcelo Moreno (Júlio Baptista).

Agora o Cruzeiro se prepara para retornar a Belo Horizonte e dar sequência ao Campeonato Brasileiro. O líder da competição volta a campo no próximo dia 17, quando enfrenta o Vitória no Mineirão.