Após a realização de seis etapas do Circuito Mundial disputadas por brasileiros, o País segue sem conquistar títulos. Neste domingo, na final do Grand Slam de Stavanger, na Noruega, Ricardo e Álvaro Filho foram derrotados pelos norte-americanos Dalhausser e Rosenthal por 2 sets a 0 (21/16 e 21/16).

A medalha é a primeira de Ricardo e Alvinho na temporada. A dupla, que une um defensor de 23 anos e um bloqueador de 39, foi vice-campeã mundial no ano passada, mas foi encerrada para a temporada do Circuito Brasileiro, uma vez que Ricardo se uniu a Márcio. Depois do título nacional, porém, Ricardo decidiu voltar a jogar com Alvinho.

Antes, só Alison e Bruno Schmidt haviam conseguido ir ao pódio em 2014, com prata no Open de Fuzhou, na China, e bronze no Grand Slam de Berlim, na Alemanha. Com o resultado na Noruega, Ricardo e Álvaro Filho somam 720 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem uma premiação de cerca de R$ 90 mil.

No feminino, vale lembrar, o Brasil não chegou sequer à semifinal na Noruega. A melhor campanha foi da Ágatha/Bárbara Seixas, que foi até as quartas de final. Juliana/Maria Elisa e Maria Clara/Carol parou nas oitavas de final. As três duplas haviam passado invictas pela primeira fase.