O técnico Ricardinho deverá definir o time que encara o ASA amanhã, às 21h, no Coaracy da Mata Fonseca somente momentos antes da partida. No trabalho de ontem à tarde, no CT do CRB, ele ainda não contou com o atacante Arthur e o zagueiro Alex Alex, que se recuperam de lesões. A outra dúvida fica por conta do armador Fernandinho. O advogado Itamar Côrtes entrou com pedido de efeito suspensivo e somente hoje o STJD dará uma resposta.

Além dessas questões, há ainda a ausência de Paulo Henrique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a posição, Angelo é o substituto natural. O jogador chegou ontem à tarde a Maceió, junto com o atacante Wellington Silva. Assim, Ricardinho recompôs o grupo com vinte atletas, já que além de Paulo Henrique o atacante Wendel, suspenso, também retornou a Curitiba. O treinador comanda um último treino hoje à tarde, mas a tendência é que não antecipe a formação que encara o ASA, buscando a segunda vitória fora de casa nesta Série B.

“É importante vencer esse jogo. Até porque na sequência temos o clássico”, destacou Welington, preocupado com a demora do time para chegar à ponta de cima da tabela. “Querendo ou não, cria-se uma ansiedade. Nossa meta é o acesso e se você fica adiando essa aproximação ao G4, tudo vai ficando mais difícil”, analisou o apoiador. “Tivemos alguns dias importantes, com o grupo unido aqui em Maceió. Foi bom pra gente se fechar , pois sabemos que dentro de campo a gente precisa se impor, respeitando, mas vencendo os adversários”, concluiu.