Nas semifinais do ano passado, as torcidas de Osasco e Belo Horizonte levaram a melhor. Agora, repetindo os confrontos que decidiram os finalistas da última Superliga, são novamente estas cidades que começam a torcer por seus times na série melhor de cinco jogos da edição 02/03. Ontem, após o fechamento desta edição, o MRV/Minas recebeu o Automóvel Clube/Campos, em Belo Horizonte.

Mas para a torcida paranaense, o que vale é o confronto de hoje, às 12h10, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). A TV Bandeirantes mostra a primeira partida da série melhor de cinco, que vai apontar se BCN ou Rexona vai à final da Superliga.

No confronto entre BCN/Osasco e Rexona, duas grandes jogadoras se destacam. Pelo BCN/Osasco, a oposto Bia é a líder no ranking do ataque. Já Raquel, do Rexona, é a maior pontuadora da Superliga.

Raquel ressalta o bom momento de todo o grupo. “Nas quartas-de-final, recuperamos a nossa auto-estima, que estava abalada nos últimos jogos da fase classificatória. Temos que aproveitar a união e a cumplicidade que ficou do último jogo contra o São Caetano. Também temos que aproveitar que o BCN/Osasco está fora do ritmo, já que está há uma semana sem jogar, pois o Blue Life/Pinheiros não ofereceu tanta resistência”, diz a ponteira.

O técnico Helio Griner, do Rexona, fez um trabalho de conscientização com o grupo. “Está tudo zerado novamente. Temos que acreditar e fazer o melhor para passarmos pelo BCN/Osasco. Estamos trabalhando em cima do estilo de jogo do adversário, que é diferente. A Fernanda (Venturini) varia e distribui muito bem as jogadas, de forma rápida”, finaliza Griner.