A “novela” envolvendo o atacante Ricardinho ainda não terminou. A chegada do atleta a Curitiba, adiada seguidamente, está programada para hoje pela manhã. Uma lentidão que pode fazer com que ele não possa ser utilizado no Campeonato Paranaense. Mesmo com o clube já tendo recolhido taxas e gerado contrato, é preciso a assinatura do atleta para que o processo tenha seguimento.

Caso a liberação da federação australiana não chegue até amanhã, Ricardinho só poderia atuar na Copa do Brasil. Amanhã é o último dia para novas inscrições para o Estadual.

 

“Vamos tentar, mas não dá para garantir nada”, disse o supervisor Rafael Zucon, prevendo dificuldades para garantir a tempo o registro de Ricardinho. O atacante, que em 2008 foi um dos destaques do time no segundo turno da Série B, estava atuando no Melbourne Victory.

Com o encerramento das inscrições, o Paraná só deverá tratar de novas contratações a partir de maio, visando a montagem do time para a disputa da Série B. A diretoria tem feito uma série de contatos e vem acompanhando vários atletas do Campeonato Paulista. Porém, esses nomes estão sendo mantidos em sigilo.