O Sevilla terá semanas decisivas pela frente. Atual campeão da Liga Europa, ele enfrenta o Real Madrid pela Supercopa da Europa, em 9 de agosto. E, na semana seguinte, em confrontos de ida (dia 14) e volta (dia 17), desafia o Barcelona pela Supercopa da Espanha. Confiante para as duas finais, o técnico argentino Jorge Sampaoli revelou que pode ter um trunfo especial: o meia Paulo Henrique Ganso.

Embora tenha desembarcado em Sevilha há duas semanas, o brasileiro chegou com uma lesão, sofrida quando ainda atuava pelo São Paulo. Ganso passou os primeiros dias apenas cuidando da contusão. Mas, enfim recuperado, ele treinou nesta sexta-feira e mostrou que está próximo de retornar.

Sua evolução, assim, segundo Sampaoli, indica que ele pode estar presente nas finais. “Ele veio com um edema do São Paulo, mas já treinou ontem (quinta) e hoje (sexta) com todo o grupo”, resumiu o treinador. “Sua evolução médica está quase 100%, agora dependerá de sua evolução futebolística”.

Na avaliação de Sampaoli, a presença do brasileiro pode ser determinante em qualquer uma das duas finais. “Ele nos vai oferecer o que a equipe precisa, então esperamos contar com ele em algum momento dessas decisões”, finalizou o treinador.