Madri – Com quatro gols brasileiros, de Cicinho, Ronaldo, Robinho e Roberto Carlos, o Real Madrid derrotou o Zaragoza por 4 a 0, ontem, no Estádio Santiago Bernabéu. Mas não conseguiu se classificar para a final da Copa do Rei da Espanha, pois tinha perdido por 6 a 1 no jogo de ida. Apesar disso, o time dos galácticos saiu de campo aplaudido pela sua torcida.

Com um início arrasador, o Real abriu o placar aos 50 segundos de jogo, num chute forte de Cicinho, um golaço. Aos cinco minutos, em outra jogada pela direita, desta vez com Beckham, o time de Madri ampliou com Robinho, após toque de Ronaldo.

Aos nove, foi a vez de Ronaldo marcar o seu, em outro cruzamento de Beckham, e fazer 3 a 0 antes dos dez minutos de jogo.

O Zaragoza não conseguiu assimilar a blitz do time da casa e só não sofreu mais gols no primeiro tempo por erros na finalização dos galácticos.

Na etapa final, a pressão do Real continuou. E aos 16 minutos, Roberto Carlos, em cobrança de falta ensaiada, acertou uma bomba e fez o quarto do time, o quarto gol brasileiro.

Aos 26 minutos, aconteceu o lance mais polêmico do jogo. Em jogada rápida, Milito e Éwerthon trocaram passes e o brasileiro saiu na cara do gol. O auxiliar deu impedimento, anulando o gol do Zaragoza.

Após o gol anulado, o Real partiu para o desespero e insistiu muito nas bolas cruzadas por Beckham. A tática não surtiu efeito e, após duas chances desperdiçadas por Robinho e Ronaldo, os galácticos saíram de campo sem a sonhada classificação.