O Real Madrid desistiu do acerto com o volante Lucas Silva na próxima janela para transferências europeia, que será aberta em janeiro. O presidente do clube, Florentino Pérez, descartou a possibilidade de contratar o jogador do Cruzeiro nesta virada de ano e garantiu que só tentará selar o acordo, que já era dado como quase finalizado, para a próxima temporada, no meio de 2015.

“Salvo circunstâncias extraordinárias, nós não contratamos no mercado de inverno (europeu). E agora elas não existem. Se o Lucas Silva tiver que vir, será nas circunstâncias normais de verão”, declarou o presidente em entrevista à rádio espanhola Cadena Ser.

A “circunstância extraordinária” que teria levado o Real a tentar a contratação de Lucas Silva neste momento seria a contusão de Modric. O croata sofreu uma grave lesão muscular em novembro e poderia ficar um longo período afastado, mas tem se recuperado bem e deve voltar nas próximas semanas para ocupar uma das vagas de volante da equipe.

Com Modric e Kroos entre os titulares, além de Khedira – também recém-recuperado de lesão – e Illarramendi como reservas, o Real não teria a necessidade de contratar um novo volante no momento. Por isso, deve mesmo investir na contratação de Lucas Silva somente no meio de 2015, o que agradaria também o Cruzeiro, que poderia contar com o jogador para a Libertadores.