Para o técnico Mano Menezes, a posição da seleção brasileira no ranking da Fifa não reflete o atual momento da equipe.

O Brasil deixou o top 10 e caiu para a 11ª colocação. É a pior posição no ranking desde que ele foi criado, em 1993.

“[O ranking] não retrata o que estamos passando. Tem a ver com o nosso desempenho na Copa América”, disse Mano Menezes durante entrevista coletiva hoje.

“Tínhamos que ter feito uma gordura lá. As seleções europeias também jogaram agora. E a pontuação é mínima entre essas colocações. A tendência é subir. Mas primeiro o bom futebol, depois o ranking”, completou Mano.

O Brasil foi prejudicado pelas derrotas nos amistosos contra México e Argentina, em junho. Com 1.012 pontos, a seleção foi ultrapassada por Portugal, Itália, Argentina, Holanda, Croácia e Dinamarca.

O top dez tem apenas duas seleções que não fazem parte da Europa: Uruguai, que ocupa o terceiro posto, e Argentina, que está no sétimo. As outras seleções foram beneficiadas pelo desempenho na Eurocopa.