Classificação do Rali Dacar nas categorias motos, carros e caminhões após a etapa de ontem, entre as cidades de Kayes, no Mali, e Tambacounda, no Senegal: Motos: geral: 1.º) Cyril Després (FRA) 48h41min, 2.º)David Casteu (FRA) a 35min28s, 3.º) Chris Blais (EUA) a 54min52s, 4.º) Pal Anders Ullevalseter (NOR) a 1h30min37s, 5.º) Helder Rodrigues (POR) a 2h21min, 6.º) Janis Vinters (LET) a 2h48min41s, 7.º) Michel Marchini (FRA) a 2h58min10s, 8.º) Thierry Bethys (FRA) a 3h12min19s, 9.º) Jaroslav Katrinak (ESQ) a 3h26min43s, 10.º) Henk Knuiman (HOL) a 4h26min1s, 33.º) Jean Azevedo (BRA) a 9h53min42s, 52.º) Carlos Ambrósio (BRA) a 15h50min44s.

Carros: geral: 1.º) Stéphane Peterhansel (FRA) – Jean-Paul Cottret (FRA) 43h13min22s, 2.º) Luc Alphand (FRA) – Gilles Picard (FRA) a 11min15s, 3.º) Jean-Louis Schlesser (FRA) – Amaud Debron (FRA) a 1h38min47s, 4.º) Nasser Saleh al Attiyah (CAT) – Alain Guehennec (FRA) a 2h9min45s, 5.º) Mark Miller (EUA) – Ralph Pitchford (EUA) a 2h17min47s, 6.º) Hiroshi Musuoka (JAP) – Pascal Malmon (FRA) a 2h42min29s, 40.º) Paulo Nobre (BRA) – Filipe Palmeiro (POR) a 18h2min47s, 51.º) Riamburgo Ximenes (BRA) – Lourival Roldan (BRA) a 23h2min9s, 58.º) Klever Kolberg (BRA) – Eduardo Bampi (BRA) a 27h35min34s.

Caminhões: geral: 1.º)Hans Stacey (HOL) -Charly Gotlib (BEL) – Bernard der Kinderen (BEL) 50h48min3s, 2.º) Ilgizar Mardeev (RUS) – Aydar Belyaev (RUS) –

Eduard Nikolaev (RUS) a 3h2min50s, 3.º) Wulfert Van Ginkel (HOL) – Willem Tijsterman (HOL) Richard de Rooy (HOL) a 4h28min25s, 4.º) Ales Loprais (RTC) – Petr Gilar (RTC) a 4h51min44s, 5.º) André Azevedo (BRA) – Maykel Justo (BRA) – Mira Martinec (RTC) a 5h16min57s, 6.º) Philipe Jacquot (FRA) – William Alcaraz (FRA) – Toon Van Genugten (HOL) a 6h11min11s.

Líder sofre acidente e abandona

O líder da classificação geral das motos, Marc Coma, abandonou o Rali Dacar faltando duas etapas para o final da prova. O espanhol se perdeu no início da especial; ontem, fazia um traçado paralelo quando sofreu uma queda e foi resgatado pelo helicóptero médico da prova.

Coma se perdeu no quilômetro 35 e estava a cerca de seis quilômetros do traçado ideal. Ele não corre risco de morte, mas foi removido de helicóptero do local do acidente. Com isso, o francês Cyril Després tem tudo para assumir a ponta do Dacar.

O espanhol será melhor examinado no acampamento em Tambacounda, no Senegal, local de encerramento da 13.ª etapa do rali. Aliás, seu compatriota Isidre Esteve Pujol também sofreu uma queda que destruiu sua moto. O piloto passa bem, mas também teve de abandonar a competição.