Pilotos e navegadores se preparam para acelerar, neste fim de semana na sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, que será realizada em Ouro Branco, Minas Gerais. A diferença de pontos entre os primeiros colocados não é muito grande, o que mostra a competitividade da disputa. Além do título do campeonato, os competidores também concorrem ao II Prêmio Goodyear Off Road, que no fim da temporada indicará os cinco mais bem colocados em cada categoria para júri escolher os melhores do ano.

Na categoria N4, para carros com tração 4×4 e motor até 2.0, Ulysses Bertholdo e Rafael Capoani continuam na liderança. Bertholdo venceu duas provas, foi segundo em duas e não completou uma. Capoani, mesmo não tendo participado de duas etapas, segue na frente entre os navegadores, empatado com Rafael Sartori, que corre com o irmão Juliano, com quem venceu a etapa anterior, em Itajaí (SC) e que é bicampeão da prova de Ouro Branco (2003 e 2004).

Com quatro vitórias, a dupla catarinense Luís Tedesco/Kz Morales lidera na categoria A6, para carros com preparação livre, tração 4×2 e motor 1.6, com diferença de 20 pontos. O segundo lugar é dos paranaenses Sady Bordin e Gilson Rocha, que são os únicos da categoria que pontuaram nas cinco etapas, com as colocações 2.º, 5.º, 7.º, 3.º e 4.º respectivamente.

O piloto Reinaldo Varella é o que tem mais pontos no Brasileiro de Velocidade, são 72. Correndo pela categoria N2, para carros 1.6 com preparação limitada, Varella fez o melhor tempo em quatro provas e o segundo em uma. Seu navegador Ivan Bertagna também lidera, mas só com 57 pontos. Eduardo Cunha é o segundo entre os pilotos, com três segundos lugares e dois quartos.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade terá sete especiais no sábado e três no domingo, totalizando cerca de 124 quilômetros de trechos cronometrados. Os destaques são as especiais históricas, uma em um trecho da Estrada Real, caminho que era utilizado pelos tropeiros para levar o ouro das minas até o litoral; e outra passando em frente à casa de Tiradentes, o mártir da Inconfidência.