Depois de voltar a conquistar uma vaga na primeira fila da Fórmula 1, desde junho, o piloto finlandês Kimi Raikkonen afirmou que quer ajudar o brasileiro Felipe Massa a levar o título individual e disse estar feliz pela segunda posição no grid de largada no GP do Japão.

“Estou contente por estar de volta à primeira fila, mesmo quando gostaria de ter sido o mais rápido”, declarou o piloto da Ferrari. Raikkonen aproveitou o seu resultado para dar um recado aos críticos, que começavam a duvidar da capacidade do campeão da temporada 2007. “Temos melhorado a nossa performance, principalmente, com o tanque cheio. Este resultado mostra que estou em boa forma”, comentou.

O piloto da Ferrari também reclamou do desempenho do seu carro. “Não estou completamente satisfeito com a condição do carro. Durante todo o fim de semana temos trabalhado duro, mas ainda não alcançamos 100%”, comentou.

“Não tem sido fácil nas últimas corridas, mas temos trabalhado bastante e, finalmente, temos um pequeno resultado. Então estamos felizes depois de todo o trabalho que temos feito”, afirmou, se referindo à segunda posição no grid.

Em relação aos seus objetivos nas últimas três etapas da temporada, o piloto disse que pretende ajudar a equipe a levar o título individual e o campeonato de construtores. “Não tenho muito a perder. Não está sendo fácil disputar com a McLaren, mas quero tentar ajudar a equipe a vencer os dois campeonatos”.