enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Radwanska supera Na Li e encara Lisicki em semifinal

A polonesa Agnieszka Radwanska superou seu maior desafio em Wimbledon até agora para chegar a mais uma semifinal de Wimbledon. Em um duelo equilibrado, a número quatro do mundo contou com as hesitações da chinesa Na Li, 6ª colocada do ranking, para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 4/6 e 6/2, nesta terça-feira. Apesar do placar tranquilo na última parcial, Radwanska precisou de oito match points para fechar o jogo.

Em busca de mais uma decisão, a atual vice-campeão de Wimbledon terá pela frente a embalada Sabine Lisicki, responsável pela queda da grande favorita Serena Williams. A alemão venceu nesta terça a estoniana Kaia Kanepi por 2 a 0. Radwanska e Lisicki tem retrospecto equilibrado, com uma vitória para cada nas duas partidas que já fizeram no circuito profissional, em 2011 e 2012.

A partida entre a polonesa e Na Li reuniu as duas tenistas mais bem ranqueadas que ainda estavam na disputa, depois da sequência de “zebras” em Wimbledon. E o equilíbrio marcou o início do jogo. A chinesa quebrou o saque de Radwanska logo no primeiro game. Mas a polonesa devolveu a quebra logo na sequência.

Mais ousada, a chinesa apostava nas subidas à rede. E acabou obtendo nova quebra, abrindo vantagem. Na Li chegou a sacar para fechar a parcial e contou com três set points. Mas Radwanska reagiu e começou a tirar proveito da estratégia da rival, pouco habituada à rede. A polonesa salvou os set points, devolveu a quebra e venceu a parcial no tie-break.

Sem o mesmo ânimo do set inicial, Na Li começou a segunda parcial em ritmo mais lento. E Radwanska não demorou a abrir vantagem com uma quebra. A chinesa cometia mais erros não forçados – foram 10 a 5 no set – e parecia estar cada vez mais perto da derrota. No entanto, voltou para o jogo no oitavo game, ao devolver a quebra e empatar em 4/4.

Exibindo maior concentração, voltou a se impor no serviço da rival, virou o placar e, desta não, não teve problemas para fechar o set. Antes da terceira parcial, a polonesa recebeu atendimento médico em quadra, apontando um desconforto na coxa direita.

O problema físico, contudo, não pareceu atrapalhar seu desempenho. Radwanska voltou melhor no terceiro set e faturou uma quebra de saque logo no primeiro game e abriu 2/0 antes que o juiz interrompesse a partida para fechar o teto retrátil, em razão da chuva.

Após a interrupção, Na Li teve dificuldade para esboçar reação e só conseguiu oferecer resistência nos pontos finais. Assim como a chinesa no set inicial, a polonesa sofreu para fechar o set. Precisou de oito match points para sacramentar a vitória após 2h43min, em um game com 10 minutos de duração.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas