A polonesa Agnieszka Radwanska venceu a francesa Marion Bartoli por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em jogo encerrado no início da madrugada desta sexta-feira, e garantiu vaga na final do Torneio de Miami. Quinta cabeça de chave da competição realizada nos Estados Unidos, ela enfrentará a russa Maria Sharapova, neste sábado, no confronto valerá o título.

Na última quinta-feira, Sharapova se garantiu na decisão ao derrotar a dinamarquesa Caroline Wozniacki por 2 sets a 1, de virada, com 4/6, 6/2 e 6/4. E, diante de Radwanska, a vice-líder do ranking mundial irá defender uma ampla vantagem no retrospecto de jogos contra a rival, superada em oito dos sete confrontos travados com a tenista da Rússia. A polonesa só levou a melhor sobre a adversária em uma partida válida pelo US Open de 2007.

Já Bartoli foi eliminada por Radwanska depois de ter desbancado o favoritismo da bielo-russa Victoria Azarenka nas quartas de final. Prejudicada por dores na perna esquerda, a francesa solicitou atendimento médico por mais de uma vez e acabou não tendo forças para segurar Radwanska, que acumulou a sua sétima vitória em sete confrontos diante da adversária.

Mas, apesar do problema físico envolvendo Bartoli, o primeiro set foi marcado por um festival de quebras de saque e pela inconstância das duas tenistas. A francesa chegou a aproveitar quatro de nove break points, mas Radwanska converteu cinco de nove e assim venceu a primeira parcial por 6/4.

No segundo set, que chegou a ficar paralisado por cerca de 20 minutos por causa de uma queda de energia na quadra central do Torneio de Miami, Bartoli foi feliz em duas de três oportunidades de quebrar o saque de sua rival, mas a polonesa converteu quatro de sete break points e desta forma encaminhou o seu triunfo com certa tranquilidade.