Débora, Lídia, Maria Lúcia,
Rosa Jussara e Alina, as cinco
primeiras da Volta Ecológica.

Deu dobradinha queniana na 1.ª Volta Ecológica 10 Km de Curitiba, realizada na manhã de domingo. Benson Cherono, 20 anos, fez a prova em 28min58s. Entre as mulheres, a vencedora foi Déborah Mengic, 23 anos, que concluiu a corrida com o tempo de 34min49s.

Com diferença de apenas 79 segundos, o paulista da equipe Mizuno, Paulo Alves dos Santos, 27 anos, garantiu a segunda colocação. No feminino, foi a curitibana Lídia Karwowski (34), a segunda a terminar a corrida com 35min10s. Em terceiro, chegaram juntos os irmãos gêmeos Paulo Roberto e Luis Fernando de Paula (25). No feminino, a terceira colocada foi Maria Lucia Alves de Moraes (31).

Cerca de 1,4 mil pessoas participaram da prova correndo, outras 200 fizeram o percurso caminhando. A largada aconteceu às 9h e contou com a participação do secretário municipal do Esporte e Lazer, Juliano Borghetti, e do bi-campeão da São Silvestre, José João da Silva.

“A prova é mais um grande incentivo para que os curitibanos busquem se envolver em atividades esportivas e que garantam a qualidade de vida”, disse o secretário Juliano Borghetti. A premiação e entrega de troféus aconteceu por volta das 10h na praça Nossa Senhora da Salete, local onde os atletas largaram e finalizaram a corrida. “Foi uma boa prova, mas senti dificuldades com o percurso”, disse o queniano Benson Cherono.

Para as gêmeas curitibanas Lídia e Alina Karwowski, o clima e o percurso não representaram problemas. “A dificuldade ficou por conta dos adversários. Já conhecia o tempo da queniana, no Brasil ninguém tem o tempo dela”, disse Lídia, que foi a segunda colocada entre as mulheres.

Alina Karwowski, que ficou com a quinta colocação, concorda com a irmã. “Estamos fazendo um trabalho específico para esta temporada desde dezembro passado. O nível técnico da prova foi o que realmente pesou”, contou Alina.