Depois de sofrer com contratempos no sábado e neste domingo, Mark Webber encerrou o GP da China com mais um revés. Ao fim da corrida, o australiano foi punido pelos comissários da Fórmula 1 com a perda de três posições no grid de largada do GP do Bahrein, no próximo fim de semana.

O piloto da Red Bull foi penalizado por causa de um toque em Jean-Eric Vergne na 15ª volta. O francês rodou na pista, mas retornou à disputa e terminou em 12º. Webber, por sua vez, foi para os boxes e trocou a asa dianteira. Ao voltar, teve um problema no pneu traseiro e acabou abandonando a prova.

“Eu estava vindo com uma distância razoável atrás dele, mas ele sabia que eu estava lá. Dava para perceber que eu iria fazer a ultrapassagem e aí ele mergulhou para dentro. De um ponto de vista, parece que ele está dando passagem para mim. Por outro, parece minha culpa. Foi decepcionante. Isso encerra um fim de semana ‘incrível’ para mim”, lamentou Webber.

Vergne também lamentou o incidente. “Certamente eu não vi que ele estava vindo. Infelizmente, o impacto me fez rodar na pista e danificou o chassi do meu carro. Eu perdi bastante força aerodinâmica. Não tive uma boa corrida a partir daquele momento”, declarou o francês, que viu o companheiro Daniel Ricciardo chegar em 7º, no melhor resultado da Toro Rosso na temporada até agora.

Mark Webber não foi o único punido neste domingo. Esteban Gutierrez, um dos novatos da temporada, vai perder cinco posições no grid do Bahrein por ter atingido o carro de Adrian Sutil durante o GP da China. Os dois pilotos acabaram abandonando a prova. O alemão desistiu após um princípio de incêndio em sua Force India.

“Eu me aproximei na curva com muita velocidade”, admitiu o piloto mexicano. “Com certeza foi minha culpa. Peço desculpas ao Adrian e sua equipe”, declarou Gutierrez.