enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Só pra inglês ver

Punição imposta à torcida pelo MP-PR parece piada

  • Por Luiz Ferraz

Principal facção organizada do Atlético, a torcida Os Fanáticos, não contestou a punição imposta pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), que determinou o afastamento da organizada pelos próximos seis meses dos estádios. Mas diferentemente do que se esperava, a medida pouco afetará para a melhoria da segurança dos jogos do Furacão neste período, já que os membros da torcida, que no domingo passado se envolveram em um confronto com torcedores do Vasco, na Arena Joinville, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, não estão proibidos de frequentar as partidas do time atleticano.

Até mesmo o promotor de justiça de Defesa do Consumidor, Maximiliano Deliberador, autor do pedido de afastamento da facção organizada atleticana dos estádios, tem a ciência que a punição pouco contribuirá com a segurança nos jogos do Atlético. “O afastamento dos torcedores que se envolveram nas brigas é praticamente impossível, pois não há o cadastramento dos torcedores. Essa medida serve para acalmar os ânimos da Fanáticos e de outras torcidas, para que possam perceber que para todos os atos existem as consequências”, disse o promotor.

Assim, nos próximos seis meses, a organizada não poderá entrar em qualquer estádio do Brasil com uniformes, faixas, bandeiras e baterias. O ex-vereador Julião Sobota, que vai reassumir a presidência da torcida a partir de janeiro, garantiu que os integrantes da Fanáticos não deixarão de ir aos jogos do Atlético e de se concentrar no centro da reta do relógio da Vila Capanema, que é o local onde a facção organizada geralmente ficava nas partidas do clube. “Estamos abraçando a punição e nosso trabalho como torcida vai continuar em prol do Atlético. Estaremos lá cantando pelo clube”, afirmou.

Sobota disse ainda que enquanto os torcedores que se envolvem em confusões nos estádios não forem rigorosamente punidos, a violência no futebol brasileiro não deverá ter fim. Nos próximos seis meses, o ex-vereador garantiu que a organizada fará um trabalho de conscientização junto aos membros para que não haja mais incidentes envolvendo a torcida.

“Se as autoridades não punirem as pessoas, as cenas vão se repetir no Paranaense, no Brasileiro, na Libertadores. O que é preciso e que estamos pedindo há mais de dez anos, é que esses torcedores identificados fiquem registrados em algum lugar. Um dia o indivíduo vai precisar fazer um concurso, um documento e o nome dele será barrado. Ou que essa pessoa fique detida no momento dos jogos. Então, o que falta realmente é punição”, acrescentou.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

63 Comentários em "Punição imposta à torcida pelo MP-PR parece piada"


MAC 71
MAC 71
5 anos 8 meses atrás

Esse Julião Sobota já falou anos atras que iria conscientizar a torcida e bla, bla bla. Será que não poderia começar expulsando os baderneiros aos invés de conscientiza-los? Na verdade todos sabem o que ocorre dentro das sedes dessas TOs.

Ton
Ton
5 anos 8 meses atrás

BANDIDO

jefferson jefferson
jefferson jefferson
5 anos 8 meses atrás

o povo tem que acordar e não eleger mais ninguém, tem que boicotar as eleições, fazer o bom senso das urnas, cambada de ladrão, entrou na politica tornar-se-á ladrão cedo ou tarde, ACORDA BRASIL

Ton
Ton
5 anos 8 meses atrás

O futebol Brasileiro perdeu graça faz tempo, Esses marginais,bandidos só pensam em brigar,e ainda no Brasil nao existe puniçao,a puniçao dos caras é ficar 6 meses sem a desorganizada fanaticos entrar no estadio”isso nao é puniçao..

jose bassualdo
jose bassualdo
5 anos 8 meses atrás

Para piada é isso. Um povo que elege um bandido para vereador e depois sai as ruas querendo mudanças e melhorias! O povo paranaense merece o governo que tem! Inclusive um dos bandidos que brigaram era secretario do beto richa.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas