A prostituta Zahia Dehar admitiu nesta quinta-feira que fez sexo com alguns jogadores da seleção francesa – como Franck Ribery, Karim Benzema e Sidney Govou – quando era menor de idade. Ponderou, no entanto, que eles não sabiam que ela tinha menos de 18 anos na época.

Por terem feito sexo com uma menor de idade, os jogadores estão sendo investigados e podem inclusive pegar três anos de prisão, além de uma multa de 45 mil euros. Ainda não foi realizada nenhuma acusação formal, mas Ribery e Govou já foram obrigados a testemunhar.

“Nunca contei a ninguém que era menor”, afirmou Dehar, que hoje tem 18 anos, à revista Paris Match. Embora tenha admitido que fez sexo por dinheiro, em encontros marcados em boates de Paris, ela negou ser uma prostituta porque nunca trabalhou em uma casa específica ou teve um cafetão. “Não sou uma prostituta”, alegou.

Segundo contou Dehar, o encontro com Benzema e Govou ocorreu em uma boate, onde ambos pagaram pelos seus serviços. Ribery, por sua vez, passou uma noite com a jovem em um hotel na Alemanha, alegando que era seu presente de aniversário. “Sou um bom presente, não sou?”, brincou Dehar.

O escândalo abalou a imagem dos três jogadores na França a menos de dois meses do início da Copa do Mundo África do Sul. Ribery, Benzema e Govou são peças importantes no sistema ofensivo da seleção francesa.