Rio – O Campeonato Brasileiro de 2003 deve ser mesmo realizado em oito meses, de maio a dezembro, por pontos corridos. Isso ficou mais evidente ontem, durante reunião do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e dirigentes do Clube dos 13, Fábio Koff, Mauro Ney Palmeiro e Mustafá Contursi. Teixeira expôs ao grupo a idéia de realizar um campeonato nesses moldes e recebeu apoio.

De acordo com esse novo calendário, estariam extintos os torneios regionais desde já e os Estaduais teriam apenas três meses de duração. A Copa do Brasil contaria com 64 clubes, mas acabaria o “critério” de convites para completar o número de participantes. A princípio, os estaduais poderiam ter poder de qualificar as equipes não-campeãs a disputar a Copa.

Contursi disse que o encontro não definiu nada e nem tinha esse objetivo. “Fomos conhecer a sede nova da CBF”, declarou. Mas acrescentou que Teixeira e os representantes do Clube dos 13 conversaram sobre o calendário.

“Um estudo mais detalhado deve ser elaborado em até dez dias.” Contursi explicou também que mudanças no Brasileiro podem ser feitas sem nenhum trauma, desde que haja acordo entre a CBF, as federações e os clubes. “Vamos voltar ao Rio para debater o assunto, não há pressa.”

Semana passada, Teixeira reuniu-se com vários presidentes de federações para demovê-los da idéia de manter os estaduais ocupando praticamente todo o primeiro semestre.