Valquir Aureliano
Nelore Porã, bom corredor do Tarumã, defenderá as cores do Stud AML, em Dubai, apresentado por Pedro Nickel Filho.

O programa de amanhã apresenta-se com provas equilibradas, figurando em plano de destaque o Grande Prêmio Rubens Amazonas Lima e a Prova Especial Paulo Dietzsch, que contarão  com a participação de animais de boa categoria. Apresentamos, a seguir, nossas primeiras considerações sobre as dez provas, focalizando inicialmente as duas do calendário oficial.

Dá-lhe Grison, cavalo de boa categoria, está bem situado na turma, mas como correu pouco tanto na prova preparatória como no Grande Prêmio Paraná, não merece inteira confiança, porém, pela categoria, pode conseguir sua reabilitação. Pelo retrospecto vamos destacar três competidores: The Gipsy, Que Fuego e Senior di Job, que poderão brigar pelas primeiras posições, embora muitos acreditem na reabilitação de Dá-lhe Grison, que tem classe para vencer na turma. A exemplo de Senior di Job, a égua Famosa e Bonita leva vantagem de peso.

O Grande Prêmio Rubens Amazonas Lima, na distância de 1.400 metros, contará com a participação de animais de boa categoria. Nestas primeiras considerações vamos destacar Jangadeiro, Quarter Gipsy e Nebuloso – este vindo de três vitórias consecutivas – como forças.

Provas complementares

Vindo de boas atuações, sendo na última com bom segundo para Príncipe Ferragus, Obom da Boca correrá com muita chance, figurando como seus maiores rivais Olho Grego e First Baby, ambos com chance de vitória.

O segundo páreo promete movimentada decisão, mas vamos destacar três competidores, que normalmente devem decidir as primeiras posições: Nasa Glory, Impressive e Effusion, enquanto Fahim Mania figura como força imediata.

Nestas primeiras considerações vamos destacar como força da terceira prova Barthez, que vem de boas atuações em turmas mais fortes, figurando como seus principais adversários Sib Negri, Tarantina Sey e Quimiotaxia.

A quarta prova também promete movimenta decisão. Rech de Ouro, que depois de vencer na Gávea conseguiu dois segundos no Tarumã, atuará com muita chance, figurando como maiores rivais Xara?s Bronze e Love My Life.

Peito Aberto, com a vantagem de estar mais aguerrido, vindo bom segundo na estréia, pode ser o favorito, mas numa prova que promete difícil decisão, pois vai enfrentar sete produtos inéditos de dois anos. Whit Golden Eye, Sunnyland e Tropical Dancer estão muito cotados.

A oitava prova apresenta-se com seis produtos de três anos, sendo arriscado qualquer prognóstico, muito embora Lord Dominguinhos, que apesar de pouco jogado conseguiu bom segundo para Tant-Éye. Don Dot poderá ser a diferença do pilotado de J. Oliveira.

Nove produtos de três anos tentarão a primeira vitória na penúltima prova. Vamos indicar como forças Rio Capivari e The Best Gift, mas fala-se muito na estreante Onda Morena.

Vários competidores figuram com chance na prova de encerramento, que promete movimentada decisão. Vindo de três vitórias, porém, John Hills deverá correr como favorito, figurando como diferenças Ioiô, Bird Of Cord, Álibi Perfeito e Long Set. É outra prova que promete movimentada decisão.