Entre os animais paranaenses que venceram na semana passada, em outros hipódromos, desejamos destacar Prince di Java, que aos 5 anos, venceu o Grande Prêmio Almirante Marquês de Tamandaré, prova de grupo 2, na distância de 2.400 metros, no Hipódromo da Gávea. O filho de Blush Rambler é de criação e propriedade do Haras Curitibano, de Raul Trombini . Destaque, ainda, para a vitória de Dragonet, no Clássico Armando Rodrigues Carneiro (L) de criação e propriedade do Haras Santarém, de Silvio Bertoli.

Apresentamos, a seguir, a relação de animais paranaenses que venceram em outros hipódromos, de acordo com pesquisa do colega Dalton Luiz Mehl Andrusko.

Gávea

Prince de Java, por Blush Rambler e Java Doll (St.Chad), de criação do Haras Curitibano venceu o GP Almirante Marquês de Tamandaré – Grupo 2; Nonny Set, por Bright Again e Bonny Set (Ghadeer)de criação do Haras Santa Maria de Araras; Dragonet, por Parme e Seam (Polish Navy), de criação e propriedade do Haras Santarém (Clássico Armando Rodrigues Carneiro Listed; e Heldentenor, por Stuka e Em L’Air (Cadeaux Genereux) de criação e propriedade do Haras Tributo À Opera.

Cidade Jardim

Dobrowska, por Ghadeer e Cracker Barret Ky (Shadeed), de criação do Haras J.B.Barros; Oltremare, por Jules e Infinit Winner (L’emigrant), de criação do Haras Santa Maria de Araras. Treinador: Pedro Nickel Filho; Lançado, por Dodge e Ogigia (Millenium), de criação do Haras Tabatinga; Oliva’s Story, por Clackson e Story, de criação e propriedade do Haras H.Oliva; Selo de Ouro, por Stuka e Victória Hill (Jade Hill), de criação do Haras Brasil.