Além de todos os ingredientes que um clássico Atletiba traz, o primeiro duelo entre Atlético e Coritiba na nova Arena da Baixada, domingo, às 16h, deverá contar com a presença das duas torcidas nas arquibancadas. Diferentemente do que se esperava para o primeiro embate entre os dois principais times do Estado no remodelado Joaquim Américo – era um desejo do presidente atleticano Mário Celso Petraglia fazer o jogo com torcida única -, o clássico 363 entre as duas equipes estará colorido também nas arquibancadas, com a maioria do estádio rubro-negro e uma pequena parte alviverde.

A Polícia Militar deverá convocar para o decorrer da semana uma reunião com as torcidas organizadas de Atlético e Coritiba, além de representantes da Polícia Civil e do Ministério Público para definir a estratégia de segurança para o dia do clássico, como a escolta da torcida coxa-branca, pontos de bloqueio e outros temas que garantam a segurança do torcedor que vai até a Arena da Baixada.

Os ingressos para a torcida atleticana começaram a ser vendidos ontem e, para a torcida do Coritiba, os preços dos bilhetes já foram divulgados. O torcedor alviverde terá que desembolsar R$ 150 para acompanhar o Atletiba na nova Arena da Baixada. A torcida organizada Império Alviverde, pelas redes sociais, garantiu que vai ao Joaquim Américo acompanhar o clássico e informou que a escolta feita pela Polícia Militar sairá do Couto Pereira às 14h. Do lado atleticano a mobilização é grande nas redes sociais para que 30 mil pessoas empurrem o Furacão no clássico e marquem ainda o melhor público do novo Joaquim Américo em uma partida do Atlético.

Outro indício que reforça a hipótese das duas torcidas estarem presentes no clássico é o desejo da diretoria do Coritiba. O vice-presidente alviverde, Ernesto Pedroso, acredita que a presença do torcedor coxa-branca será um incentivo a mais para o Coxa no duelo contra o seu maior rival. “Não foi falado nada ainda sobre isso. Esperamos a presença do torcedor e seria muito bom e muito confortável para os nossos jogadores”, admitiu Pedroso.

Na história

Desde que a Arena da Baixada foi inaugurada, em 1999, até dezembro de 2011, quando foi fechada para ser reformada e ampliada para a Copa do Mundo, Atlético e Coritiba se enfrentaram 21 vezes. Foram nove vitórias do time atleticano, sete empates e cinco triunfos alviverdes. O primeiro Atletiba na Arena da Baixada aconteceu em novembro de 1999, pela Seletiva da Libertadores, com vitória coxa por 2×1.

O último duelo entre Atlético e Coritiba na Arena da Baixada não traz boas recordações para os dois times. A vitória atleticana por 1×0, no dia 4 de dezembro de 2011, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, não foi suficiente para livrar o Furacão do rebaixamento para a Série B do Brasileirão e ainda tirou a possibilidade do Coxa conquistar a vaga na Libertadores da América.

Símbolo! Leia mais do Atlético na coluna do Mafuz!

Memória! Confira mais do Coxa na coluna do Massa!