O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, confirmou nesta segunda-feira que quer contratar Carlo Ancelotti para ser o técnico da equipe na próxima temporada. Em entrevista ao jornal espanhol 20 minutos, o dirigente afirmou que a chegada do italiano ao Santiago Bernabéu só depende da autorização do PSG, clube com o qual Ancelotti tem contrato.

“Hoje (segunda), Ancelotti não está contratado. Pode ser que amanhã o PSG anuncie um acordo que o permita assinar com o Real. Esperamos que tudo saia bem. Meu treinador é Ancelotti. Só depende de o PSG chegar a um acordo com ele e anuncie seu novo treinador, (Laurent) Blanc”, disse Pérez.

Na entrevista, Pérez falou sobre diversos temas. Disse, por exemplo, que Isco está muito perto de trocar o Málaga pelo Real. “Sei que ele tem muita vontade de vir, assim como temos vontade que ele venha. Existe grande chance de ser jogador do Real porque quer estar aqui”, disse ele, que rasgou elogios ao melhor jogador do último Campeonato Europeu Sub-21.

O presidente do Real negou que haja um pacto entre o clube dele, Atlético de Madrid e Barcelona para que esses times não contratem jogadores dos rivais, inflacionando ainda mais o mercado. E disse que pode contratar Thiago Alcântara, do Barça, desde que seja vontade do próximo treinador.

Sobre a possibilidade de pagar 90 milhões de euros pelo galês Gareth Bale ao Tottenham, negou que seja um acordo caro. “Os jogadores nunca são caros ou baratos. Depende do rendimento deles. Figo, Zidane, Ronaldo e Beckham nos deram um salto na venda de ingressos. Se você investe em grandes jogadores, terá ingressos”, disse o dirigente responsável pela criação dos “galácticos”.

Com relação a Cristiano Ronaldo, Pérez negou atritos e disse confiar que o português fica no clube. “Daqui a pouco tempo essa questão será resolvida. Não tenho dúvidas de que ele irá se aposentar no Real Madrid”, garantiu o presidente, que negocia a renovação do contrato que expira em 2015.