O Palmeiras tenta aproveitar da melhor maneira possível a semana livre sem jogos, algo raro nos últimos meses da temporada. O goleiro Fernando Prass acredita que o fato de voltar a jogar só no próximo sábado, contra o América-RN, pode fazer com que o técnico Gilson Kleina tenha mais tempo para corrigir os erros da equipe e dar um fôlego maior ao elenco.

“A gente desacostuma com esse tipo de situação. Tivemos uma sequência grande de jogos e não tivemos tempo para treinar. Nós jogávamos, viajávamos, treinávamos para o próximo jogo e já jogávamos novamente. Agora, temos tempo para treinar e corrigir algumas coisas. Quem tiver de treinar, treinará. Quem tiver de se recuperar, irá se recuperar. É uma situação que não tínhamos por causa do calendário”, analisou o goleiro palmeirense.

Um dos pontos que o treinador pretende arrumar é o fato da equipe ter que virar o jogo em diversas situações. Nas últimas 11 vitórias, cinco delas tiveram que ser conquistadas saindo atrás do placar: Avaí (4 x 2), Paysandu (3 x 2), Paraná (2 x 1), São Caetano (2 x 1) e Figueirense (3 x 2). “Fomos cobrados por isso. Estávamos tendo desgaste extra porque tínhamos que virar o jogo. Parecia que estávamos desconcentrados”, completou Fernando Prass.