O atacante Cristiano Ronaldo foi fundamental para a classificação da seleção de Portugal para a Copa do Mundo ao brilhar na repescagem contra a Suécia, mas o técnico Paulo Bento destacou nesta quarta-feira que trabalha para que a sua equipe não dependa apenas do astro do Real Madrid para ter êxito no torneio no Brasil.

“É um grande jogador, um grande nome, mas tenho que me preocupar com toda a equipe”, afirmou Bento, que está em Florianópolis para o Congresso Técnico da Fifa que reúne representantes de todos os 32 países que disputarão a Copa do Mundo, tentando ressaltar que o jogo coletivo também será fundamental para a seleção portuguesa.

Durante o torneio, Portugal ficará hospedada em Campinas e treinará no Moisés Lucarelli. Bento explicou que questões logísticas, como a proximidade do Aeroporto de Viracopos, pesaram para a escolha. “Escolhemos para ser nossa base na Copa por causa da logística e do hotel. Também tem um campo muito bom”, disse.

Sorteada para o Grupo G da Copa do Mundo, a seleção de Portugal vai estrear contra a Alemanha, em 16 de junho, em Salvador. Depois, enfrentará os Estados Unidos, em Manaus, no dia 22, e Gana, em Brasília, no dia 26.

Além da sua seleção, os portugueses serão representados no torneio por técnicos em outras equipes, pois o Irã é dirigido por Carlos Queiroz e a Grécia tem Fernando Santos como treinador. Assim, Bento celebrou a presença dos compatriotas na Copa do Mundo. “Todos têm um nível muito bom e isso é um orgulho para o país”, disse.