Não foi uma grande atuação, mas a Ponte Preta conseguiu se reabilitar no Paulistão ao ganhar do Botafogo, por 1 a 0, neste domingo à tarde, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

O gol marcado por Camilo no início do segundo tempo deu os primeiros três pontos para a Ponte Preta, que vai dormir na liderança do Grupo A. Já o Botafogo continua zerado e amarga a lanterna do Grupo B.

Depois de um início morno, o primeiro tempo ganhou em emoção com os dois times criando chances, tanto que os goleiros Darley e Ygor Vinhas se destacaram. Além disso, cada um acertou o travessão de cabeça. Gustavo Henrique teve a grande chance pelo Botafogo e Henrique Trevisan, pela Ponte.

A Ponte voltou melhor do intervalo e, depois de assustar em uma bomba de João Paulo, abriu o placar aos nove minutos. Bruno Rodrigues rolou e Camilo bateu de primeira no cantinho. Diante da necessidade do Botafogo pelo menos empatar, o jogo ficou aberto.

Nos minutos finais, o time da casa abusou das bolas cruzadas. Em uma delas, Gustavo Henrique dominou e bateu de virada por cima do travessão, assustando Ygor Vinhas.

O Botafogo volta a campo na quarta-feira, contra o Ituano, às 19h15, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Na quinta, a Ponte recebe o Corinthians, às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos são válidos pela terceira rodada.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 0 x 1 PONTE PRETA

BOTAFOGO – Darley; Caíque Sá, Jordan, Didi e Guilherme Romão; Willian Oliveira (Gabriel Calabres), Ferreira e Rafinha; Murilo Oliveira (Ronald), Diego Cardoso (Luketa) e Gustavo Henrique. Técnico: Wagner Lopes.

PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Jeferson, Cléber Reis, Henrique Trevisan e Guilherme Lazaroni (Yuri); Bruno Reis (Dawhan), Camilo e João Paulo (Vinícius Zanocelo); Apodi, Bruno Rodrigues e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

GOL – Camilo, aos nove minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – José Claudio Rocha Filho.

CARTÕES AMARELOS – Diego Cardoso (Botafogo); Bruno Reis, João Paulo e Henrique Trevisan (Ponte Preta).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).