O Comitê Olímpico Internacional (COI) alertou que poderá ser obrigado a alterar a programação de eventos como a maratona, ciclismo e o triatlo nos Jogos Olímpicos de Pequim se a poluição na capital chinesa não for resolvida.

o comitê médico da entidade deixou claro que, em um estudo preparado pelo COI, a saúde dos atletas não será em grande parte afetada pelo clima em Pequim. Segundo o relatório, nenhuma das provas realizadas nos últimos meses em Pequim registraram problemas de saúde. Algumas delas foram realizadas em agosto de 2007, para testar as condições no mesmo mes em que os jogos ocorrerão.

Os médicos, porém, admitiram que há "algum risco" para competições que exijam estar pelo menos "uma hora em atividade física extrema, como ciclismo, maratona, mountain bike e triatlo".

Em Lausanne, o COI deixou claro que esse risco é suficiente para que a entidade já abra "procedimentos para permitir que um plano B seja ativado caso necessário". A entidade não prevê, porém, a mudança dos locais dos eventos, mas sim adiamentos para dias em que a qualidade do ar esteja melhor.