A Polícia Militar pediu à Federação Paranaense de Futebol (FPF) que intermedie, junto à CBF (Confederação Brasileira de Futebol), a alteração do calendário do Brasileirão 2003, para que não ocorram dois jogos no mesmo dia e horário em Curitiba. A preocupação da PM é com a segurança dos torcedores e com a preservação do patrimônio público.

O ofício foi encaminhado pelo comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Ariovaldo Alves Nery Junior, ao presidente da FPF, Onaireves Moura, com cópias encaminhadas aos presidentes dos três clubes da capital – Atlético-PR, Coritiba e Paraná Clube. De acordo com o coronel Nery, o que a PM quer é a compreensão dos responsáveis pela elaboração da tabela da competição para que se evitem possíveis transtornos pela eventual falta de policiamento. No último dia 3, a PM fez o policiamento do jogo entre Paraná Clube e Corinthians, mas não teve como disponibilizar policiais para a partida entre Coritiba e Fortaleza, porque os dois jogos aconteceram no mesmo horário. Para contornar a situação, o Coritiba contratou seguranças particulares.

Um levantamento feito pela PM mostra que há mais quatro partidas previstas no calendário do Brasileirão, em que horários e dias de jogos em Curitiba coincidem. No próximo dia 24 estão previstas as partidas entre Paraná Clube x São Paulo e Atlético x Internacional. A PM está pedindo a mudança na data para que possa fazer a segurança dos torcedores e evitar depredações e danos ao patrimônio público e de particulares. “Além disso há a possibilidade de confronto entre torcidas”, advertiu o comandante do CPC.

As outras datas nas quais foi detectada a coincidência de jogos no mesmo horário foram 18 de outubro (Paraná x Inter e Coritiba x Bahia), 26 de outubro (Coritiba x Santos e Paraná x Vasco) e 6 de novembro (Coritiba x Corinthians e Paraná x Figueirense). O coronel Nery lembrou que, quando foi elaborada a tabela do campeonato brasileiro, a PM não foi consultada e isso acabou gerando transtorno.