Enquanto aguarda pela chegada do técnico Oswaldo de Oliveira, o Corinthians enfrenta o Santa Cruz nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o objetivo de se manter na briga pelo G6 e também a partida pode ajudar as equipes a deixarem a liderança em duas estatísticas negativas.

O Corinthians não faz um gol há quatro rodadas, fato que contribuiu diretamente para a equipe ter o pior ataque do returno – ao lado de América-MG, São Paulo e Grêmio – com sete gols marcados em 10 jogos. A boa notícia para os corintianos é que o adversário tem a pior defesa da competição, com 50 gols sofridos, e também do returno, vazado 24 vezes.

Além da mudança na comissão técnica, outro ponto que motiva os corintianos a dar início a uma nova fase é o fato de encarar o Santa Cruz, penúltimo colocado do Brasileirão, e no domingo enfrenta o lanterna América-MG. Além disso, o técnico interino Fábio Carille vê evolução da equipe nos últimos jogos.

“Tudo que estamos trabalhando nos jogos está acontecendo e chegamos com muita gente dentro da área deles. Agora é trabalhar mais com os atacantes para podermos transformar isso em vitórias”, comentou o treinador, que pode se despedir do comando da equipe nesta quarta-feira.

Em relação ao time, Fábio Carille não poderá contar com Romero, que defendeu a seleção do Paraguai nesta terça-feira diante da Argentina, Fagner, que estava com a seleção brasileira, e também Gustavo, que sente dores na coxa esquerda. Por outro lado, o lateral-esquerdo Uendel, recuperado de lesão muscular na coxa direita, está de volta ao time. Na frente, Guilherme é o mais cotado para substituir Gustavo.