Após o escândalo de evasão fiscal ocorrido em agosto do ano passado, o piloto de MotoGP Valentino Rossi finalmente chegou a um acordo com o fisco italiano se comprometendo a pagar cerca de 19 milhões de euros, um quinto de sua dívida total, referentes aos tributos do período entre 2001 e 2004.

O restante da dívida deverá ser pago posteriormente pelo piloto da equipe Yamaha.

Em uma nota divulgada Rossi comentou: "estou muito contente com o modo como foi resolvida esta difícil situação, pois acho que estarei mais sereno e, em conseqüência, mais concentrado em meu trabalho".

"Não podia voltar a ter problemas com o fisco italiano. Chegar a um acordo com a Agência Tributária permitirá que chegue preparado e tranqüilo no início deste novo campeonato mundial", completou o heptacampeão de motovelocidade.