Competição tem novos candidatos ao título.

Não deve ser apenas de João Campos, Emerson Duda, Kau Machado, Milton Vianna e tantos outros pilotos experientes que a Copa Petrobras Pick-up Racing viverá este ano. A abertura da temporada acontece domingo, no Autódromo Internacional de Curitiba.

As mudanças no regulamento e a entrada de novos pilotos prometem fazer deste o campeonato mais equilibrado e imprevisível da recente história da categoria. Pilotos que se revelaram na temporada passada e as “caras novas” deste ano prometem apimentar ainda mais a disputa pelo título.

Para começar a sonhar com o título, nada melhor que poder fazer parte da equipe tricampeã da categoria. Esse é grande trunfo de Gustavo Sucolotti (MS), que passa a ser companheiro de equipe de João Campos na equipe J. Maino. Outra grata surpresa da temporada passada, o carioca Alessandro da Cas, é mais um que pretende deixar de lado o papel de figurante na categoria e brigar pelo título, quarto em 2003.

E a fome de vitória não fica restrita apenas aos que já tiveram a oportunidade de disputar a temporada passada. Vários pilotos estão estreando, mas com grande experiência em importantes categorias do automobilismo brasileiro. Um deles é Fausto Camacho, com passagem pela Stock Car, e que espera usar a experiência para andar entre os primeiros na Copa Petrobras Pick-up Racing. “Tudo ainda é uma novidade. Só a partir da prova de Curitiba é que eu posso fazer um prognóstico sobre meu desempenho. Mas nenhum piloto da categoria me assusta”, provoca.

Outra novidade será a participação de dois campeões brasileiros de provas de longa duração. Claudio Ricci, que ainda está finalizando a negociação com patrocinadores e a montagem do carro, e Marcel Wolfart poderão mostrar suas habilidades pilotando agora as pick-ups movidas a GNV.

Abramo Mazzochi, bicampeão de Fórmula Gaúcha e Franco Stédille completam a lista dos estreantes.