Após o Atlético garantir a classificação para a Libertadores, o presidente do clube, Mario Celso Petraglia, declarou, em entrevista à rádio CAP, que ficou profundamente entristecido com os fatos ocorridos na partida contra o Vasco, no último domingo, em Joinville.

“Infelizmente, alguns vândalos se infiltram e vão lá agredir os outros. Outro absurdo é não termos polícia dentro do estádio. Uma medida do Ministério Público de Santa Catarina que é absurda. Isso me entristeceu muito”, disse o mandatário atleticano.

Petraglia também fez questão de alfinetar o ex-presidente do Vasco Eurico Miranda. “Tudo isso que a gente viu aqui é uma herança de dirigentes que dão dinheiro e investem em torcida organizada”, criticou o dirigente, que foi apoiada pela principal organizada do Atlético, nas últimas eleições do clube.