Vinte jogadores. Esse é o número exato de atletas do Nacional de Rolândia a disposição do técnico Itamar Gaúcho. O presidente José Danilson Alves de Oliveira afirma que a questão salarial está dificultando a contratação de reforços (o Nacional tem um folha de pagamento em torno de R$ 30 mil). Os últimos jogadores que chegaram são Douglas e Fabinho, vindos do futebol carioca.

O principal destaque do time é o meia Paulinho Andrade, ex-Londrina. Danilson afirma que o Nacional será um time de “pegada”. “Nós temos uma equipe média que vai brigar pela classificação, sem pensar em rebaixamento”, diz o presidente.

Alves de Oliveira acha negativa a fórmula do Paranaense. “O Norte ficará desacreditado, ao menos na teoria”; Por outro lado, o presidente acha alguns pontos positivos: as despesas diminuem e também é mais fácil de conseguir a classificação.

Time base: Marola; Anderson, China, Douglas e Vágner; Fábio Lopes, Paulinho Andrade e Donizete; Juninho, Marco Antônio e Paulo César. Técnico: Itamar Gaúcho.