Greyson Assunção/divulgação
Lateral-esquerdo Rogerinho já participou do coletivo: vem mais reforço por aí, diz diretoria.

Paulo Welter já participara no acerto com Beto. Ontem, ao lado do gerente, o novo diretor de futebol foi também oficialmente apresentado a jogadores e comissão técnica. Após quatro anos ele reassume o cargo para reviver a ?dobradinha? com Vavá Ribeiro, hoje vice de futebol.

?Dizer o que está errado é muito fácil. Difícil é trabalhar atrás de soluções?, disse Welter. ?Não poderia me omitir nesse momento, pela amizade que tenho com o Vavá e com o presidente Aurival.?

Mesmo tendo se desligado em 2004 – após um ano e meio no cargo -, por divergir das diretrizes dadas ao departamento de futebol, Paulo Welter nunca perdeu contato com os amigos.

?A gente estava sempre se falando, trocando idéias. Agora vou estar presente no dia-a-dia, reduzindo um pouco a carga de trabalho que até agora estava só com o Vavá?, explicou.

Welter será uma espécie de ?braço direito? do vice-presidente de futebol na busca pelos reforços ainda necessários e no acompanhamento do cotidiano do clube.

?Sei que essa diretoria está fazendo o possível para atingir o objetivo?, afirmou Welter. ?Até ontem, estava nas cadeiras, vendo os jogos e torcendo muito. Agora, vou tentar ajudar aqui dentro.? O novo diretor de futebol (cargo não remunerado) entende que o grupo atual do Paraná – ainda carecendo de uma ou duas peças – é bom e tem qualidade suficiente para atingir a meta de voltar à primeira divisão.

?Assim que os problemas de lesões estiverem solucionados, vamos estar com um elenco forte e que, não tenho dúvidas, dará a volta por cima?, comentou Welter.

Em relação a reforços, o diretor acredita que com um meia-armador e um atacante a comissão técnica estará bem servida de opções. ?O grupo só precisa de serenidade e de uma vitória. Tudo mudará, então?, finalizou.