No último domingo, ao ser campeão mineiro de 2003, ao lado de outro curitibano, Alex, revelado pelo Coritiba, Paulo Miranda conquistou seu 15.º título profissional, desde que foi promovido das categorias de base do Tricolor da Vila Capanema, em 1991. Daquele ano até hoje, ele passou apenas um sem erguer um caneco em 1997, quando deixou o Paraná para defender o Atlético Paranaense. Em sua galeria, estão títulos como o de campeão brasileiro e da Mercosul, pelo Vasco da Gama, ambos em 2000, além de ser campeão da Copa da Liga da França, pelo Bordeaux, em 2002. Paulo Miranda tem contrato com o Cruzeiro até julho deste ano e os direitos federativos pertencem ao Bordeaux, da França, até dezembro de 2004.

Veja os títulos de Paulo Miranda: Pelo Paraná Clube -1991 a 1997 (Campeão Paranaense 1991; Campeão da 2.ª Divisão do Campeonato Brasileiro 1992; Campeão Paranaense 1993; Campeão Paranaense 1994; Campeão Paranaense 1995; Campeão Paranaense 1996). Pelo Clube Atlético Paranaense (Campeão Paranaense 1998). Pelo Vasco da Gama (Campeão do Torneio Rio-São Paulo 1999; Campeão da Taça Guanabara 1999; Campeão da Taça Guanabara 2000; Campeão da Copa Mercosul 2000; Campeão da Taça João Havelange 2000; Campeão da Taça Rio 2001. Pelo Bordeaux (Campeão da Copa da Liga da França 2002). Pelo Cruzeiro (Campeão Mineiro em 2003).

Alex, o destaque

Por outro lado, os números não mentem: o meia Alex, revelado pelo Coritiba, foi o principal destaque do Cruzeiro na conquista do campeonato, confirmada com uma rodada de antecedência, após a goleada por 4 a 0 sobre a URT. No jogo, Alex fez a assistência do segundo gol, cobrando a falta que resultou no gol de cabeça de Aristizábal. O meia também marcou o terceiro gol, tocando na saída do goleiro da URT.

Alex jogou dez das 11 partidas do Cruzeiro no Mineiro: fez nove assitências e marcou seis dos 35 gols do Cruzeiro. Este foi o sétimo título na carreira de Alex, sendo o primeiro Estadual.

“Tenho títulos importantes, inclusive internacionais, mas fiquei emocionado ao conquistar um Estadual pela primeira vez. O considero tão importante quanto os outros”, disse Alex.