A virada sobre o Minas Tênis era muito difícil, mas isso não fez os atletas do Pinheiros desistirem. Contando com um grande desempenho neste domingo, os paulistas conseguiram tirar uma diferença de 181 pontos e conquistaram a edição 2009 do Troféu José Finkel.

Trata-se do sétimo título consecutivo do Pinheiros, o 12.º da história. Com isto, o clube se iguala ao Flamengo como o maior vencedor da disputa.

O Pinheiros venceu com 2.822 pontos, seguido por Minas Tênis (2669) e Unisanta (1473,5). Na pontuação por sexo, o Minas teve um premio de consolação com o título feminino ao totalizar 1.349 pontos, seguido pelo Pinheiros, 1.241. Entre os homens deu Pinheiros, vencedor com 1.581, com o Minas em segundo, 1.320.

O melhor índice técnico feminino da competição ficou com Fabíola Molina, do Esportiva São José -Fadenp Clube, pela prova 50m costas. A veterana também obteve a segunda colocação com os 100m costas. Já a mais eficiente (a que mais pontuou para o seu clube) foi Joanna Maranhão, do Minas, com 267 pontos, seguida por duas companheiras de clube: Daynara de Paula, 196, e Fernanda Alvarenga, 122 pontos.

No masculino, o melhor índice técnico ficou com Nicholas Santos, do Pinheiros, pela performance nos 50m borboleta. O mais eficiente foi Thiago Pereira, do Minas, com 230 pontos. Nicholas Santos foi o segundo (212) e Luiz Arapiraca, da Unisanta, o terceiro (188). O Finkel 2009 totalizou seis recordes sul-americanos, nove brasileiros e 55 de campeonato.