O Paulista é o primeiro semifinalista da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta noite de terça-feira, o time de Jundiaí venceu a Chapecoense por 1 a 0, no estádio Jayme Cintra, e garantiu a classificação. Com as arquibancadas lotadas, o camisa 10 Brayan marcou logo aos nove minutos do primeiro tempo, mesmo sob uma insistente chuva.

É a despedida também do time catarinense, que virou o segundo time de todas as torcidas do Brasil após a tragédia na Colômbia, ano passado. Ao final do jogo, a própria torcida jundiaiense gritou “Vamos, vamos Chape”. Um consolo para os jovens jogadores, que agora voltam para casa.

Com a melhor defesa da competição, com apenas um gol sofrido em sete jogos, o time da casa conseguiu abrir o placar no início do confronto, com Brayan, aproveitando erro do goleiro e da defesa. Mas a partir daí, tomou sufoco até o apito final do árbitro, inclusive com uma bola no travessão. Quem mais se movimentava no time catarinense era o meia Guilherme, que tentou de todas as maneiras igualar o marcador. Mas parou no goleiro Enzo, menos vazado até agora.

O Paulista já foi campeão da Copa São Paulo em 1997, quando bateu o Corinthians na grande final. Na campanha deste ano, foram seis vitórias pela diferença mínima, além do único gol sofrido na vitória por 2 a 1 em cima do São Carlos nas oitavas de final. Ainda assim, o time de Jundiaí tem 100% de aproveitamento: sete vitórias.

Na semifinal, o Paulista aguardará o vencedor de Botafogo e Batatais-SP, que jogam nesta quarta-feira, em Osasco, no estádio Prefeito José Liberatti, às 19h30. A Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda confirmará o local do jogo.